Velocidade Online

Moto - Pista

MOTOS - É NO EUROSPORT

Terça, 26 Fevereiro 2019 20:44 | Actualizado em Domingo, 15 Setembro 2019 01:06

Jonathan Rea à procura do “penta” no Mundial de Superbike


 

  • Eurosport emite as duas primeiras corridas da temporada este fim-de-semana em direto no Eurosport 1.

 

  • Comentários de João Carlos Costa e Vítor Sousa.

 

Terminou a espera! Os fãs de motos vão poder finalmente ver o Mundial de Superbike no Eurosport. Nos dias 24 e 25 de fevereiro, o canal emite, em direto, a prova inaugural do campeonato, no circuito de Phillip Island, na Austrália.

 

Em 2019, o campeonato do mundo volta a marcar presença em Portugal. O Autódromo do Algarve acolhe a competição nos dias 7 e 8 de setembro. Será a 10.ª ronda do calendário. Ao longo de toda a época, o canal vai emitir as emoções fortes da velocidade em duas rodas, tanto na categoria rainha, como nas categorias de apoio.

 

Na época passada, Jonathan Rea conquistou o título mundial pela quarta vez consecutiva não dando hipóteses à concorrência. O britânico da Kawasaki somou 17 triunfos em 26 corridas e igualou os quatro títulos de Carl Fogarty. Rea apresenta-se uma vez mais esta temporada com fome de vitória e tentará alcançar os cinco mundiais, algo inédito na modalidade.

 

João Carlos Costa, especialista de desportos motorizados do Eurosport: “As Superbike 2019 prometem muito, e a maior dessas promessas é que Rea não terá vida fácil para alcançar o Penta. Começa logo em ‘casa’, na Kawasaki, onde tem um novo companheiro, Leon Haslam, disposto a mostrar numa segunda tentativa nas SBK que é mais que um... apelido. A grande adversária das ‘Kawa’ volta a ser a Ducati, desta feita com um trunfo suplementar, juntando Chaz Davies ao espanhol Álvaro Bautista, trânsfuga do MotoGP, e com vontade de ser campeão logo na estreia. Mas há mais: a Honda mudou de equipa, agora com uma parceria entre a Althea e a Moriwaki, que traz também o regresso do japonês Ryuichi Kiyonari, continuando Leon Camier. A Yamaha reforça a presença com quatro motos, as duas da Pata, que mantém Alex Lowes e Michael Van der Mark, e outras tantas da GRT (equipa que vem do Mundial de Resistência), para o campeão Supersport 2018, Sandro Cortese, e a vedeta Marco Melandri, que deixou a Ducati. Quem regressa é a BMW, com o ex-Kawasaki, Tom Sykes, e Markus Reitenberger, o campeão europeu de Superstock 1000 em título. Se juntarmos ainda algumas equipas semioficiais com pilotos do calibre de Eugène Laverty (Ducati-GoEleven) ou Jordi Torres (Kawasaki-Perdecini), há muitas razões para acreditar num um supercampeonato, talvez até o melhor da década”.

 

Não perca o arranque do Mundial de Superbike, este fim-de-semana, em direto, desde a Austrália. Os comentários das duas corridas ficam a cargo de João Carlos Costa e Vítor Sousa.


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos